Busca por grampos custou R$ 400 mil aos cofres do senado

86429e1ece078d4fe6e8bdba6c8c21bb

Brasília – A operação de integrantes da polícia legislativa em buscas a grampos instalados em imóveis de senadores custou R$ 400 mil aos cofres do Senado. A operação veio a tona com a prisão, pela Polícia Federal, nesta sexta-feira, de quatro agentes da Polícia Legislativa, que teriam agido para interferir nas investigações da Lava Jato. As varreduras à procura por grampos foram realizadas em imóveis de Renan Calheiros, Fernando Collor, Gleisi Hoffmann, Lobão Filho e José Sarney.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1