Autoridades colombianas: 76 pessoas morreram no acidente aéreo com o time da Chapecoense

Foto: Imagens Internet

Foto: Imagens Internet

MEDELLÍN (Agências Internacionais) – A agência de notícias Reuters informou que autoridades colombianas divulgaram agora há pouco que 76 pessoas morreram no acidente que aconteceu com o avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín. A aeronave da companhia Lamia transportava 72 passageiros e 9 tripulantes e teria sofrido falha elétrica. Ao perceber o problema, o piloto fez um pouso de emergência próximo ao aeroporto José Maria Córdova. Cinco pessoas foram resgatadas com vida: os goleiros Danilo e Follmann, o lateral Alan Ruschel, um jornalista brasileiro e uma comissária de bordo.  O avião perdeu contato com a torre de controle ao sobrevoar o município de La Ceja, perto de Medellín, no Noroeste da Colômbia, por volta de 1h15, horário de Brasília.  A equipe da Chapecoense disputaria a primeira partida da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional, amanhã, em Medellín, partida essa que já foi suspensa. Os jogadores da Chapecoense decolaram do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, ontem, e chegaram a fazer escala técnica em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, antes de seguir para o destino final. A delegação teve que mudar o plano de voo inicial por causa de uma decisão da autoridade da aviação brasileira, que impediu a equipe de ir para Medellín em um avião fretado.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1