Arquidiocese do Rio lança campanha para custear manutenção do Cristo Redentor

Foto: Repórter aéreo Carlos Eduardo Cardoso

Foto: Repórter aéreo Carlos Eduardo Cardoso

RIO – Nem a Igreja Católica escapou dos efeitos da crise no Rio de Janeiro. Pela primeira vez, em seus 85 anos, o Cristo Redentor será alvo de um movimento para arrecadação de fundos. Segundo a Arquidiocese do Rio, quase R$ 5 milhões são gastos anualmente para garantir a manutenção, os serviços e o pagamento de funcionários do monumento conhecido internacionalmente. Como as parcerias institucionais com empresas privadas já não estão sendo suficientes, a Arquidiocese do Rio vai lançar na terça-feira (13) a campanha “Amigo do Cristo Redentor”. As doações poderão ser feitas pela internet ou em depósitos na conta do santuário. Situação semelhante só aconteceu antes da construção, em duas campanhas realizadas pela Igreja Católica nos anos de 1923 e 1929. Foram as doações populares, que somaram 500 contos de réis, que garantiram a construção do monumento.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1