Apenas dois dos seis sobreviventes do acidente com o avião da Chapecoense estão fora de perigo

Neto recebendo os primeiros atendimentos / Foto: Agência AFP

Neto recebendo os primeiros atendimentos / Foto: Agência AFP

RIO (agências internacionais) – as caixas-pretas de dados e voz do avião que levava o time da Chapecoense e caiu na Colômbia, matando 71 pessoas, serão abertas na Inglaterra. O órgão de investigação oficial inglês possui a tecnologia necessária para o procedimento, já que as caixas-pretas são antigas e de difícil abertura. O diretor de medicina legal da Colômbia, Carlos Eduardo Valdés, informou que o reconhecimento dos 71 corpos será por análise das impressões digitais. Os seis sobreviventes do acidente, apenas dois estão fora de perigo: a comissária e o técnico da tripulação. O zagueiro Neto e o jornalista Rafael Henzel têm problemas respiratórios e estão em estado crítico na UTI. Os dois tiveram uma recuperação importante nas últimas 12 horas, mas estão em observação. O jogador Alan Ruschel teve trauma na coluna e corre o risco de ficar paraplégico, e o goleiro Follmann teve a perna direita amputada e está em estado gravíssimo.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1