Anac autoriza empresas aéreas cobrarem por bagagem despachada

Foto: Agência Brasil / Tânia Rêgo

Foto: Agência Brasil / Tânia Rêgo

BRASÍLIA – As companhias aéreas brasileiras e internacionais poderão cobrar por bagagens despachadas a partir do dia 14 de março do ano que vem. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou, nesta terça-feira, novas regras de direitos e deveres dos consumidores de serviços aéreos que passarão a vigorar em 90 dias. Entre as mudanças aprovadas pela diretoria da Anac está a permissão para que as empresas passem a cobrar pelas bagagens despachadas. Atualmente, as empresas são obrigadas a despachar gratuitamente uma mala de 23 quilos em voos domésticos e duas de 32 quilos em viagens internacionais. A resolução da diretoria da Anac também aumenta de 5 para 10 quilos o peso da bagagem de mão por passageiro. O argumento das empresas aéreas é de que essa flexibilização de bagagens vai baratear as passagens de quem não despachar mala. A Agência Nacional de Aviação Civil também alterou os procedimentos adotados quanto ao nome impresso na passagem aérea. As novas regras determinam a correção de possíveis erros no preenchimento do nome e do sobrenome até o momento do embarque.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1