Advogado diz que ex-goleiro do Flamengo Bruno só deve voltar ao Rio na próxima quinta-feira

Foto: O ex-goleiro do Flamengo Bruno com a mulher Ingrid Calheiros. Reprodução

Foto: O ex-goleiro do Flamengo Bruno com a mulher Ingrid Calheiros. Reprodução

RIO – O ex-goleiro do Flamengo Bruno deverá voltar ao Rio apenas na próxima quinta-feira. A informação é do advogado Lúcio Adolfo da Silva, que defende o atleta no processo que Bruno responde em Contagem, Minas Gerais, pelo assassinato de Eliza Samúdio, em 2010. Condenado a 22 anos de prisão em sentença de primeira instância, o ex-goleiro do Flamengo conseguiu ontem um habeas corpus concedido pelo ministro Marco Aurélio Mello, do supremo tribunal federal (STF). Em decisão liminar, o ministro considerou injustificável o fato de Bruno estar preso há seis anos e sete meses, em custódia provisória sem o término do processo.